Edleuza

Vamos continuar a exposição sobre a VÍRGULA, um sinal de pontuação que muitos acham um tanto complicado de se entender e por isso não usam, ou quando o fazem, bate uma insegurança e acabam deixando por conta da sorte!


Mas loteria e uso desse sinalzinho tão importante não tem nada a ver! Trata-se, como já falamos anteriormente, de uma questão sintática. Sua aplicação obedece a regras que, na maioria dos casos, objetiva a clareza do texto. Assim, é só começar a conhecer as tais regrinhas e a insegurança na escrita tende a desaparecer.



Então vamos começar!



I – USA-SE A VÍRGULA PARA SEPARAR VOCATIVO



A palavra vocativo vem do latim, vocare, que quer dizer invocar, chamar. É o termo ao qual dirigimos a palavra.


O vocativo é independente, não faz parte do sujeito ou do predicado, e por isso deve ser separado por vírgula. Ele pode aparecer no início, no meio ou no final da frase. Exemplos:


Mãe, você viu meu tênis?

Você viu, mãe, meu tênis?

Você viu meu tênis, mãe?



Vai, carro, anda logo!

Vai falhar logo agora, caneta maldita?!

Internet, eu te adoro!!



E aí vem a estreita relação do vocativo com a vírgula: sem o uso deste sinal, o significado do texto pode ser totalmente alterado. Observe:


Você viu o padre Pedro?

Você viu o padre, Pedro?


Não acredito! Nosso carro virou gente!

Não acredito! Nosso carro virou, gente!


Por favor, ouça minha mãe.

Por favor, ouça, minha mãe.


Paula vem almoçar conosco hoje.

Paula, vem almoçar conosco hoje.



Percebe que o sentido é totalmente outro com o uso da vírgula? Poderosa, não?...







12 Responses
  1. Ebenézer Says:

    Muito interessante. Sou um dos muitos que hesitam antes de usar uma vírgula. O pior é que, nesse caso, podemos errar tanto por ação quanto por omissão.
    Complicado!!!


  2. Edleuza Says:

    Você é um dos poucos da área de exatas e tecnologia que articula tão bem a linguagem escrita, isso, sim!

    Aproveite as dicas para ficar ainda mais expert ainda.

    Um bj!


  3. Putz! Sabe que me ensinaram no colégio? Coloque vírgula sempre quando, ao ler em voz alta, ficar sem fôlego (ela é apenas uma pausa para que o leitor não desmaie por falta de ar).


  4. Edleuza Says:

    Você não foi o único, acredite. Mas imagine só: depois de correr uma maratona você ter que escrever algo... Seguindo o critério que aprendeu, haveria uma vírgula após cada palavra - kkkk.

    Um abraço!


  5. Um fazendeiro tinha um bezerro e a mãe do fazendeiro era também o pai do bezerro.
    Basta uma vírgula para uma velha não mudar de sexo, nem de espécie. Depois eu volto.


  6. Edleuza Says:

    Hum... essa é legal! Posso responder?


  7. Já respondi no comentário que fiz sob a frase.
    Apesar da facilidade para uma professora de português, vá lá.Dê sentido à frase.


  8. Edleuza Says:

    Não... a solução fica com você, vai que é diferente da que conheço...

    Um abraço!


  9. Estou aprendendo como não errar quanto à pontuação. Escrevo-as em anexo ao texto.
    Quem lê as coloca como melhor lhe convir.
    Tô certo?


  10. Então...
    Um fazendeiro tinha um bezerro e a mãe, do fazendeiro era também o pai do bezerro.
    Isto quer dizer que o fazendeiro era dono dos três, o bezerro, a mãe e o pai do bezerro.
    Você ainda não comentou no ¨oladoouaparte@blogspot.com¨.
    Ab ob


  11. Edleuza Says:

    KKKK! Mas que bela saída, hein, no uso da pontuação!... Levar a vida com humor faz muito bem!
    Um abraço.


  12. gu dias Says:

    uma vez, na quarta série a professora passou uma redação, quando todos terminaram ela disse, não se esqueçam da virgula em pessoal. Mas como eu nem sabia usar a virgula, coloquei-a em todos os espaços possíveis kkkkkk


Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
Related Posts with Thumbnails