Edleuza



Do final de semana pra cá o mundo tem presenciado atônito a tragédia, o sofrimento e a dor por que passa o Japão. A situação é tensa e desoladora, o risco de mais tremores e destruição ainda é real. Mesmo um dos países mais ricos e mais bem preparados do mundo para situações como essa tornou-se impotente diante da fúria da natureza...


Numa hora dessas, personificar os fenômenos naturais, perguntar-se onde está Deus ou até mesmo atribuir a Ele o milagre de ter sido salvo em meio à tragédia são reações próprias dos seres humanos, que são apenas isso, seres humanos, indefesos, frágeis e vulneráveis, com uma necessidade enorme de ter a quê se apegar.

Imagino que milhares de sermões tenham sido pregados em diferentes igrejas mundo afora, sob a tônica do medo (logicamente!), da iminência do "fim do mundo", do castigo divino que recai sobre a terra por causa do pecado, ou de qualquer outro argumento que apele ao emocional das pessoas...

Posso estar equivocada (e gostaria muito de ter certeza desse equívoco!), mas hoje penso que somos apenas um elemento do mundo natural, e que nessa cadeia estamos dentre os seres mais frágeis, no que se refere à força bruta. O diferencial é que temos a razão a nosso favor, que nos permite criar mecanismos de defesa (na medida do possível) para a preservação da vida. Só isso. Sinceramente, não dá para acreditar que há um (mesmo) Deus que protege uns, enquanto outros são massacrados bem ao lado...






Marcadores: | edit post
2 Responses
  1. É bem por aí mesmo! Uma pena que muitos se servem de momentos assim para a promoção de ideologias baratas e ultrapassadas.

    Enéias


  2. Tywax Says:

    Uma provação dura como essa, que nos revela a fragilidade de nossas vidas perante os caprichos da natureza, tem também um viés de reflexão.
    Até quando vamos nos ater em um conceito que se mostra ultrapassado e ajudar quem de fato precisa? Por que não é de uma mesma corrente espiritual então devem ser castigados?
    Muito triste.
    P.s.: Gostei do site! Control+D! ;-)


Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
Related Posts with Thumbnails