Edleuza
Edleuza

Parabéns aos nossos heróis!

Quando uma palavra tem a última sílaba mais forte é denominada oxítona: papel, alguém, parabéns, heróis,... e tantas outras.


Nem todas, porém, são acentuadas. A regrinha é: só receberão acento gráfico (´) (^) se terminarem em a, e, o, em, ens e ditongos abertos (éi, ói, éu), seguidos ou não de –s:


a - aliás, vata

e - através, português, vo

o - came, após

em -alguém, porém

ens - reféns, parabéns

éi - papéis, aluguéis

ói - constrói, girassóis, heróis

éu - chapéu, mausoléus



Edleuza

O acento diferencial é usado para diferenciar duas palavras homógrafas, quer dizer, que possuem a mesma grafia. Conforme o Novo Acordo Ortográfico, esse acento ocorre em apenas quatro casos: dois obrigatórios e dois facultativos.


Obrigatórios:

pode (verbo no Presente) - Você não pode fazer isso!
pôde (verbo no Passado/Pretérito Perfeito) - Ele não pôde vir à aula ontem.

por (preposição) - Passe por aqui, por favor.
pôr (verbo) - Você pode pôr sua bolsa aqui.


Facultativos (normalmente são usados para garantir a clareza do texto):

forma (substantivo) - Não gostei da forma como você falou.
fôrma (utensílio de cozinha) - Tire o bolo da fôrma, com cuidado. Preste atenção à forma da fôrma do bolo.

demos (Presente ou Passado/Pretérito Perfeito) - Nós já demos nossa contribuição à comunidade.

dêmos (verbo no Futuro do Subjuntivo) - Que nós dêmos todo o nosso empenho nesse projeto. (Que nós possamos dar todo o nosso empenho...)



Related Posts with Thumbnails
Related Posts with Thumbnails